UFSC » Núcleo de Estudos de Economia Catarinense » Segundo IBGE o estado de SC fecha 2015 com a menor taxa de desemprego do país
Site oficial

Segundo IBGE o estado de SC fecha 2015 com a menor taxa de desemprego do país
EMail
Publicado em 15/03/2016 às 19:56

Santa Catarina fechou o ano de 2015 com uma taxa de desemprego de 4,2%, a menor do país. O dado foi divulgado na manhã desta terça-feira (15) e faz parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios — Contínua (PNAD Contínua), feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apesar de manter o melhor índice nacionalmente, a taxa de desemprego cresceu 1,5 ponto percentual em relação ao fim de 2014, quando estava em 2,7%. Na comparação com o terceiro trimestre de 2015, houve uma pequena queda: a taxa de desocupação foi de 4,4% para 4,2%.

A região metropolitana de Florianópolis também apresentou uma elevação na taxa de desemprego ao longo de 2015: fechou o ano em 5,3% contra 4% no final de 2014. Apesar disso, é o segundo menor índice do país, atrás apenas da Grande Curitiba (5,2%). Já a capital em si possui a quinta menor taxa de desocupação do país, com 5,9%,  atrás de Campo Grande, Rio de Janeiro, Curitiba e Palmas.

Para a especialista em economia Janypher Marcela Inácio, os dados do IBGE reforçam o papel fundamental da diversificação do mercado catarinense para garantir que o impacto da crise seja um pouco menor no Estado e chegue mais tarde do que em outras regiões.

— Santa Catarina tem uma configuração diferente do resto do país, aqui temos um número grande de pequenas e médias empresas e em muitos setores. Em São Paulo, basta uma empresa para que 20 mil pessoas sejam demitidas. Aqui, precisaria de várias. Com a quantidade menor de funcionários destas estruturas enxutas, o impacto é menor — avalia.

  • Administradores do Site
  • 1960 - 2015 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000 |
  • Última atualização do site foi em 29 de março 2017 - 17:02:05