Quais são os municípios de Santa Catarina com o melhor IDHMR?

21/08/2019 15:21

Além do IDHM abordado anteriormente existe outros três dimensões apresentadas do desenvolvimento humano municipal, sendo elas: Educação, longevidade e renda; esta último será objeto de estudo nesta postagem.

O Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil define que o IDHMR como “a renda per capita da população, ou seja, a renda média mensal dos indivíduos residentes em determinado lugar”, o valor é expresso em reais e tem como base o dia 1º de agosto de 2010, os valores dos rendimentos apurados a partir do Censo Demográfico de 1991 e 2000, em cruzeiros de 1º de setembro de 1991 e em reais de 1º de agosto de 2000, foram convertidos em reais constantes de 1º de agosto de 2010 e deflacionado pelo Índice Nacional de Preços do Consumidor (INPC) do IBGE. A forma de obtenção dos dados é através do questionário de amostra do Censo Demográfico e é “corresponde à razão entre o somatório de todos os rendimentos de todos os indivíduos residentes no lugar de referência, recebidos no mês anterior à data do Censo, e o número total desses indivíduos.”.

Este indicador, assim como o IDHM, também mensurado de 0 a 1 e é utilizado para medir a capacidade média de aquisição de bens e serviços por indivíduos de uma determinada localidade, no caso desta postagem seria dos municípios de Santa Catarina. É importante frisar que uma das fragilidades do índice é que mesmo que tenha valores altos não garante que tenha uma igualdade entre as pessoas, pois são os valores do rendimento dividido pelo total da população.

O Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil publicou em seu site os valores e o Núcleo de Estudos de Economia Catarinense organizou de forma que é possível ranquear os dez maiores e os cinco menores valores do índice, sendo estes:

2000

Florianópolis 0,763
Balneário Camboriú 0,738
Blumenau 0,726
Joaçaba 0,714
Jaraguá do Sul 0,711
São José 0,694
Brusque 0,693
Joinville 0,692
Xavantina 0,691
Turvo 0,682
Jupiá 0,443
Bandeirante 0,440
São Bernardino 0,434
Santa Terezinha do Progresso 0,427
Tigrinhos 0,418

2000

Balneário Camboriú 0,848
Florianópolis 0,828
Itapema 0,771
Blumenau 0,761
Lacerdópolis 0,760
Joaçaba 0,757
São Martinho 0,751
Braço do Norte 0,751
São Carlos 0,749
São José 0,748
Bela Vista do Toldo 0,541
Tigrinhos 0,537
Cerro Negro 0,528
Calmon 0,514
Entre Rios 0,490

2010

Florianópolis 0,870
Balneário Camboriú 0,854
Rio Fortuna 0,848
Treze Tílias 0,838
Joaçaba 0,823
Presidente Castello Branco 0,813
Blumenau 0,812
Timbó 0,807
Seara 0,804
São José 0,799
Lebon Régis 0,632
Matos Costa 0,630
Bela Vista do Toldo 0,624
São José do Cerrito 0,618
Calmon 0,618

Para acessar tabelas completas, o Núcleo de Estudos de Economia Catarinense disponibiliza através do link

Para mais informações e publicações, acesse: www.necat.ufsc.br